google.com, pub-7228869011542059, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Para Diva Gal Costa, que merece toda homenagem, apesar de tudo.

Atualizado: 10 de nov. de 2022


Gal Costa morreu em 9 de novembro de 2022 aos 77 anos. A causa da morte por suposto infarto agudo do miocárdio foi divulgada pela imprensa, que acabou desmentida pela assessoria da artista, que não esclareceu o motivo concreto do óbito. A cantora havia completado 57 anos de carreira e era uma das atrações do festival Primavera Sound, que aconteceu em São Paulo no fim de semana anterior ao falecimento. A participação de Gal foi cancelada de última hora em razão da necessidade de recuperação da cantora após ter sido submetida a uma cirurgia para retirada de um nódulo na fossa nasal direita.


Uma grande perda para música brasileira sem dúvida. Mas não vou escreve no momento sobre a cantora. Vou escrever sobre um twiter que vi, nas redes sociais, a saber.



Vi o Twitter ao lado e concordei logo de cara com a opinião, visto a situação sócio político em que o Brasil se encontra. Me deu uma grande vontade de escrever sobre o assunto




Deixou um legado muito importante para a música brasileira. Não sou um fã de carteirinha, mas reconheço a importância da cantora para o cenário musical. Foi eleita como a sétima maior voz da música brasileira pela revista Rolling Stone Brasil em 2012.


Não vou adentrar na biografia da cantora, até porque tem várias na internet, sendo a principal no Wikipedia.


A verdade é sobre a postagem acima, em que contexto o país se encontra, onde as pessoas não conseguem distinguir o trabalho/legado que um artista deixa, em razão da posição política do mesmo.


Explico. Muita gente criticou, falou mal, apelou até para ofensas com relação a Gal Costa. Simplesmente por conta do posicionamento político da cantora, que difere de muitas pessoas. Em relação ao posicionamento político da cantora, não vou abordar, pois isso é de cada um. A pessoa tem liberdade para escolher seu posicionamento. Se outra pessoa não curte, aí já é outro assunto.


Na verdade, estamos vendo há alguns anos, uma polarização política, que este ano, para mim, está beirando o absurdo. Vemos diariamente, situações que já foram além da questão da “vergonha alheia”, que em si geraria muitos memes, por exemplo. Agora, vemos ofensas pessoais, agressões, rompimento de relações. “A minha opinião política é a certa e pronto”, se discordamos disso, ou somos estúpidos ou somos ignorantes.


Sim é importante a divergência de ideias, o debate. Acredito que a humanidade chegou onde chegou, por questionar as coisas. Buscar o diferente, perguntar o que acontece. Sempre evoluir. Mas ultimamente, parece que isso não acontece mais. Talvez por excesso de informação na internet, talvez por disseminação de fakes news, distorção de informações, por interesse.


Vejo uma cegueira, que beira o absurdo. As pessoas não aceitam nem ouvir o colega ao lado. Nada. Tenho a convicção que parte desta teimosia é a necessidade de pertencimento a um determinado grupo e parte também com intenção de humilhar. Sim, se eu “penso” desta forma é porque eu sou melhor que você, que acaba sendo o pensamento predominante.


Assim, vemos as consequências. Brigas sem motivo, falta de respeito, e negação de informações. Com relação a artistas, a coisa é bem mais complicada. O repertório do mesmo e sua contribuição para cenário musical, para citar os músicos, por exemplo, ficam renegados a segundo plano. Admira-se o artista, pelo posicionamento político, pura e simplesmente.


É claro que vemos também os “pseudo-artistas” se aproveitando do momento. Sim, é mais fácil seguir o fluxo. Precisa “bombar” como se fala atualmente. (sobre isso tem um filme legal que indiquei aqui e um texto que escrevi sobre o assunto, aqui). Sim, eu sei do interesse de parte classe artística em apoiar Fulano e Beltrano. Até posso escrever sobre isso em outro texto.


Mas escrevo aqui, em relação a falta de noção em que algumas pessoas chegam. Gal Costa, independentemente de sua posição política, merece sim todo tipo de homenagem e consideração que um artista de sua posição merece.




Vejo acontecer isso com artistas de grande renome, tal como Elton John que é assumidamente homossexual, por exemplo. Algumas pessoas não escutam as músicas dele (que são ótimas), pelo simples fato da opção sexual. Elton John está além disso. Ele é um tipo de artista que seu talento sobressai ao que ele faz ou deixa de fazer em sua vida privada. Sim, como falei acima, estou ciente que alguns artistas só fazem sucesso, por que seguem o fluxo, numa clara manifestação de efeito de conformidade social (sobre isso clique aqui).




Gal Costa deve ser eternizada pela sua contribuição à música brasileira e ter o devido respeito que merece.


E você leitor também acha isso? Discorda ?


Deixe nos comentários, mas por favor, apresente algum argumento plausível.


Links :


Sobre Gal Costa : Clique aqui.


Spotify com as músicas dela: clique aqui.


O twitter da pessoa que escreveu isso : clique aqui.

26 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page