google.com, pub-7228869011542059, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Desvendando o Latim Legal e Cientifico: Um Guia para as Expressões Mais Frequentemente Utilizadas.



Com certeza o leitor, já assistiu algum seriado que passa no tribunal, e/ou mesmo ter assistido, alguma vez na vida, a TV Justiça, para dormir, quem sabe… com aqueles julgamentos e deparou com várias expressões que muitas vezes não tem sentido, ou mesmo parecem outra língua. Realmente, é outra língua: o latim.

Para dar uma força para rapaziada que boia quando ouve algumas dessas expressões trago algumas que são muito utilizadas.

  1. Habeas corpus: significa "que tenhas o corpo" sendo utilizado para garantir o direito à liberdade de uma pessoa que está sendo detida ilegalmente.

  2. Ad hoc: significa "para este fim" sendo utilizado para descrever algo que foi criado ou designado especificamente para uma finalidade específica.

  3. Ad infinitum: significa "até o infinito" sendo utilizado para descrever algo que se estende indefinidamente, sem limites.

  4. Ad juris: significa "para o tribunal" sendo utilizado para descrever algo que é relevante para um processo legal.

  5. Ad litteram: significa "ao pé da letra" sendo utilizado para descrever a interpretação literal de um texto.

  6. In dubio pro reo: significa "na dúvida, a favor do réu" sendo utilizado para estabelecer a presunção de inocência em um processo criminal.

  7. Nemo tenetur se detegere: significa "ninguém é obrigado a se incriminar" e é utilizado para proteger o direito de uma pessoa de não fornecer provas contra si mesma.

  8. Res ipsa loquitur: significa "a coisa fala por si mesma" e é utilizado para descrever uma situação em que a culpa é óbvia.

Essas expressões latinas são frequentemente usadas em documentos legais, em argumentos orais em tribunais e em discussões acadêmicas de direito. É importante entender seu significado preciso e o contexto em que devem ser usadas para evitar confusão ou interpretações equivocadas.

Quais são as outras expressões latinas utilizadas? Em que campo das ciências elas são utilizadas?

Além do meio jurídico, as expressões latinas são utilizadas em diversas áreas do conhecimento, como na medicina, filosofia, ciência política, entre outras. Aqui estão algumas das expressões latinas mais comuns e seus significados em diferentes campos do conhecimento:

  1. Ad hominem: significa "contra a pessoa" sendo utilizada para descrever um argumento que ataca o indivíduo em vez do seu argumento. É comumente usado na retórica e na filosofia.

  2. In vitro: significa "em vidro" sendo utilizado para descrever uma experiência científica realizada fora do organismo vivo. É comumente usado na biologia e na medicina.

  3. In vivo: significa "no organismo vivo" e é utilizado para descrever uma experiência científica realizada em um organismo vivo. É comumente usado na biologia e na medicina.

  4. Carpe diem: significa "aproveite o dia" sendo utilizado para incentivar a pessoa a viver o momento presente, sem se preocupar com o futuro. É comumente usado na poesia e na literatura.

  5. Magnum opus: significa "grande obra" sendo utilizado para descrever a obra-prima de um artista ou escritor. É comumente usado nas artes.

  6. Sine qua non: significa "sem o qual não" sendo utilizado para descrever um elemento essencial para a realização de algo. É comumente usado na medicina e na filosofia.

  7. Tabula rasa: significa "tábula rasa" sendo utilizado para descrever a ideia de que a mente humana é uma folha em branco no momento do nascimento, preenchida com experiências e conhecimentos ao longo da vida. É comumente usado na psicologia e na filosofia.

Essas expressões latinas podem ser encontradas em textos acadêmicos, literários e até em conversas do dia a dia, dependendo do contexto e da área de conhecimento.


E aí caro leitor, ajudei? Se quiser posso fazer parte II deste texto. Deixe nos comentários.

1 visualização0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page